A importância da prática constante

A importância da prática constante...

A importância da prática constante  (trecho do Capítulo X do livro “Os Ensinamentos Finais de Annamalai Swami”, de David Godman)     O livro “Os Ensinamentos Finais de Annamalai Swami”, de David Godman, reúne os ensinamentos desse que é considerando um dos principais discípulos do grande sábio indiano Sri Ramana Maharshi (1879-1950), tendo vivido com ele e aprendido dele por vários anos, finalmente alcançando a realização suprema. O livro já conta com edição em português e os detalhes da publicação podem ser encontrados neste post.  Para adquirir um exemplar acesse nossa loja virtual ou clique aqui para comprar o livro em formato e-book AmazonKindle.    Pergunta: Eu tenho tido pequenos vislumbres, especialmente durante o sono, de não ter pensamentos. Têm acontecido outros vislumbres nos lugares mais improváveis. Em Lucknow, que é uma cidade grande e agitada, com pessoas gritando e berrando por todo o lado, eu estava descendo de bicicleta uma rua movimentada quando repentinamente senti a paz do Ser, que era subjacente a tudo. Eu pude sentir o Ser, ou pelo menos foi uma experiência que eu pensei que deve ter sido do Ser. Havia uma imobilidade e um silêncio no meio dessas condições totalmente caóticas. Em outros momentos o pêndulo oscila para o outro lado e eu me sinto completamente perdido em meu mundo mental, e no mundo caótico exterior. Eu me sinto um pouco confuso sobre o processo e a técnica da autoinquirição, a tal ponto que eu preciso voltar e ler os ensinamentos de Ramana sobre o assunto repetidamente até que a confusão me deixe. Eu gostaria de ouvir os comentários do Swami sobre isso. Eu sei que não há nada novo que ele possa dizer sobre o assunto. Eu sei que tenho que continuar com...
Como estabelecer-se no Ser

Como estabelecer-se no Ser...

Como estabelecer-se no Ser    (trecho do Capítulo IV do livro “Os Ensinamentos Finais de Annamalai Swami, de David Godman”)     Trecho do livro “Os Ensinamentos Finais de Annamalai Swami, de David Godman”, cuja nova tradução em português foi publicada em setembro de 2014. Detalhes sobre a nova edição podem ser encontrados aqui.   Pergunta: Eu venho seguindo os ensinamentos do Bhagavan há muitos anos, mas sem quaisquer benefícios aparentes. Eu não sinto paz alguma. O que é que estou fazendo de errado? Por que não obtenho resultados? Annamalai Swami: A autoinquirição deve ser feita continuamente. Ela não funciona se você a considerar como uma atividade de meio período. Você pode estar fazendo alguma coisa que não prende seu interesse ou sua atenção, então pensa: “Ao invés disso vou praticar um pouco de autoinquirição”. Isso nunca vai funcionar. Você pode dar dois passos adiante quando pratica, mas dará cinco passos para trás quando terminar a prática e retornar às suas ocupações mundanas. É necessário um comprometimento de toda uma vida para estabelecer-se no Ser. Sua determinação em ter êxito deve ser firme e forte, e deveria se manifestar na forma de esforços contínuos, e não esparsos. Você tem estado mergulhado na ignorância por muitas vidas, e está acostumado com isso. Todas as suas crenças profundamente enraizadas, todos os seus padrões de comportamento reforçam a ignorância e fortalecem o poder que ela exerce sobre você. Essa ignorância é tão arraigada, que está fortemente enredada em todas as suas estruturas psicológicas, que é necessário um esforço sólido por um longo período para livrar-se dela. Os hábitos e crenças que a sustentam têm que ser desafiados repetidamente. A ignorância é a ignorância do Ser, e para removê-la é necessário Autoconsciência. Quando você alcança a consciência do...
A Vida no Mundo

A Vida no Mundo

A Vida no Mundo (trechos do Capítulo Três do livro “Os Ensinamentos de Ramana Maharshi em Suas Próprias Palavras, de Arthur Osborne) Satsang Editora      [Os comentários em itálico são de Arthur Osborne, devoto de Ramana e autor do livro, que sintetizou os ensinamentos essenciais do Maharshi a partir de diálogos e textos escritos] Uma vez que alguém decida começar a praticar os ensinamentos de Bhagavan, uma pergunta que pode surgir é como isso irá afetar a sua vida no mundo. O Hinduísmo não necessariamente prescreve uma renúncia física como condição para uma vida espiritual ativa, tal como prescrevia o ensinamento original de Cristo e do Buda. Pelo contrário, a condição da família é honrada e o caminho da ação correta é visto como legítimo. No entanto, a doutrina da não-dualidade, junto com o caminho da autoinquirição, que nela se baseia, era tradicionalmente reconhecido como adequado apenas àqueles que renunciavam à vida no mundo. Então é natural que os seguidores de Bhagavan lhe perguntassem se eles deviam renunciar ao mundo. Isso também era uma indicação notável da força da determinação espiritual que ainda existe na Índia moderna, pois renunciar ao mundo não significava viver uma vida solitária em uma casinha num sítio isolado, como pode parecer no Ocidente, e nem se retirar para a segurança austera de um mosteiro, mas viver sem casa e sem dinheiro, dependendo da caridade alheia para ganhar comida e roupas, dormindo em cavernas, templos, ou onde fosse possível. Apesar de tudo isso havia pedidos constantes de pessoas que desejavam tomar esse modo de vida, mas o Bhagavan sempre negava permissão. O trabalho era interno e deveria ser feito na mente, independente das condições exteriores de vida. B.: Por que você se considera uma...
A Busca

A Busca

A Busca (trechos do capítulo IX do livro “Maha Yoga – A Yoga de Sri Ramana Maharshi)     Os trechos a seguir fazem parte do Capítulo IX – A BUSCA, do livro Maha Yoga – A Yoga de Sri Ramana Maharshi, cuja nova tradução em português foi publicada em julho de 2013. Detalhes sobre a nova edição podem ser encontrados aqui. ************************************************************************************   Uma introdução deste capítulo, que contém também o resumo dos capítulos anteriores, é dada pelo Sábio: Onde o ego não surge, ali somos Aquilo. Mas, como pode essa perfeita ausência do ego ser alcançada, se a mente não imergir em sua Fonte? E se o ego não se extinguir, como poderemos alcançar o Estado Natural, no qual somos Aquilo? A Fonte da qual a mente surge, acima indicada, é o Coração, que como vimos anteriormente, deve ser experimentalmente considerado como a Própria Morada do Ser. Certamente, a Verdade absoluta é que o Ser é em si mesmo o Coração verdadeiro. Aqui o Sábio se refere ao “Estado sem ego” como sendo o nosso Estado Natural, por que nele somos o que realmente somos, isto é, a Pura Consciência. De certa forma os métodos para a Libertação preconizados pelas diversas religiões são todos corretos. Mas o método direto é o ensinado pelo Sábio. Os outros métodos apenas preparam a mente para o método adequado. Nada mais podem fazer. O Sábio explicou-o assim: “O ego não pode ser subjugado por alguém que o considera real. É como a nossa própria sombra. Imaginemos um homem que desconhece a verdade sobre sua sombra. Ele vê que ela o segue persistentemente e deseja livrar-se dela. Tenta fugir dela, mas a sombra continua a segui-lo. Cava um poço profundo e tenta...
“Maha Yoga” agora disponível em português!

“Maha Yoga” agora disponível em português!...

  “Maha Yoga” publicado em português     Clique no cartaz para ampliar   O livro Maha Yoga – que considero uma das melhores apresentações e comentário aos ensinamentos do grande sábio Sri Ramana Maharshi – está finalmente disponível para os leitores da língua portuguesa. O livro já havia sido traduzido há quatro anos atrás, mas todas as tentativas de publicação no Brasil falharam. Em meados do ano passado, contudo, uma alma generosa (que deseja permanecer anônima) entrou em contato conosco por meio deste site, e ofereceu  patrocinar a publicação do livro. É devido a este espírito de doação, portanto, que minha tradução ganha vida e o livro chega ao público. Devo também agradecimentos a A.L.F e ao Ensho (Ricardo Pereira), pela ajuda na revisão do texto. Ricardo também contribuiu na revisão dos outros quatro livros de Advaita que eu traduzi e já foram publicados (Os Ensinamentos de Sri Ramana Maharshi, Antes do Eu Sou, Pérolas de Sabedoria, Advaita Bodha Deepika), embora seu nome não tenha constado na nota do tradutor dessas obras, por falha minha. Para ter um “gostinho” da obra, veja os nossos cinco posts com trechos de ensinamentos retirados do Capítulo XII do livro (Parte I, II, III, IV e V). Outros capítulos do livro falam sobre a natureza da alma e de Deus, a busca espiritual, verdadeira felicidade, ilusão e realidade, iluminação, autoinquirição e devoção. Valor: R$ 25,00 Descrição:Esta profunda exposição dos ensinamentos de Sri Ramana Maharshi é o resultado de uma associação íntima com o Sábio por mais de vinte anos. O autor passou dois ou três anos traduzindo do idioma tâmil para o sânscrito algumas obras de Maharshi, e durante este período, ele recebeu de Bhagavan instruções longas e pertinentes sobre todos os...
Página 1 de 1912345...10...Última »
Virtual Media Design