Lançamento – Momentos com Nisargadatta Maharaj – Entrevista com David Godman

Lançamento – Momentos com Nisargadatta Maharaj – Entrevista com David Godman...

É com prazer que anunciamos mais um lançamento da Satsang Editora. Trata-se do livro Momentos com Nisargadatta Maharaj – Entrevista com David Godman (Remembering Nisargadatta Maharaj). Neste livro David Godman compartilha suas memórias do tempo que passou com Maharaj, inclusive muitas histórias extraordinárias. Como Nisargadatta raramente falava sobre si mesmo e sua vida, e não encorajava perguntas a esse respeito, este livro representa um material raro. Informações e vendas na Loja Virtual da...
Lançamento – Instrução Espiritual de Bhagavan Sri Ramana Maharshi

Lançamento – Instrução Espiritual de Bhagavan Sri Ramana Maharshi...

É com prazer que anunciamos mais um lançamento da Satsang Editora. Trata-se do livro Instrução Espiritual de Bhagavan Sri Ramana Maharshi (Spiritual Instruction of Bhagavan Sri Ramana Maharshi). Neste livro, Sri Natananandar organizou em um único texto as respostas a 70 perguntas direcionadas a Bhagavan Sri Ramana Maharshi, coletadas por ele em diferentes ocasiões. Informações e vendas na Loja Virtual da...
Livro – Os Ensinamentos de Ramana Maharshi em suas Próprias Palavras

Livro – Os Ensinamentos de Ramana Maharshi em suas Próprias Palavras...

É com prazer que anunciamos o lançamento da 1ª Edição da Satsang Editora do livro: Os Ensinamentos de Ramana Maharshi em suas Próprias Palavras.   Nesta obra, Arthur Osborne conseguiu apresentar de forma sintética os ensinamentos essenciais  de Maharshi, através de um processo de seleção a partir de seus diálogos e trabalhos escritos.  O conteúdo foi classificado em diversos assuntos, e preenche o propósito de ser um compêndio  curto e confiável dos ensinamentos  de Bhagavan – que nos primeiros anos estavam disponíveis  apenas na forma de diários.  As notas do autor são de grande valor. Informações e vendas na Loja Virtual da editora: http://www.satsangeditora.com.br Título original em inglês: The Teachings of Ramana Maharshi in His Own Words. 1ª Edição – 2016. Autor: Arthur Osborne. Tradução: Niraj (Giovanni Dienstmann). Tamanho: 14 x 21 cm. Idioma: Português. Páginas: 256. ISBN: 978-85-92598-06-8...
Livro – Autoinvestigação de Bhagavan Sri Ramana Maharshi

Livro – Autoinvestigação de Bhagavan Sri Ramana Maharshi...

É com prazer que anunciamos mais um lançamento da Satsang Editora. Trata-se do livro Autoinvestigação de Bhagavan Sri Ramana Maharshi (Self-Enquiry – Vichara Sangraham). Este livro contém os primeiros ensinamentos escritos dados por Sri Ramana, em resposta ao devoto Gambhiram Seshayya. Informações e vendas na Loja Virtual da editora: http://www.satsangeditora.com.br  ...
O Senso de “Eu sou” –  Capítulo I do Livro EU SOU AQUILO – Conversas com Sri Nisargadatta Maharaj

O Senso de “Eu sou” – Capítulo I do Livro EU SOU AQUILO – Conversas com Sri Nisargadatta Maharaj...

Capítulo I do Livro EU SOU AQUILO – Conversas com Sri Nisargadatta Maharaj  Tradução: Patricia de Queiroz Carvalho Zimbres SatsangEditora – 1ª Edição – 2016 http://www.satsangeditora.com.br/ O Senso de “Eu sou” Pergunta – Sabemos, por experiência cotidiana que, ao acordarmos, o mundo de repente aparece. De onde vem ele? Maharaj – Antes que algo possa vir a existir, tem que haver alguém a quem esse algo venha. Toda aparição e desaparição pressupõe uma mudança que acontece sobre um fundo imutável. P – Antes de acordar, eu estava inconsciente. M – Em que sentido? No de ter esquecido ou no de não ter tido a experiência? Você não experiencia mesmo quando inconsciente? Você pode existir sem conhecer? Um lapso de memória é prova de não-existência? E seria válido falar de sua própria não-existência como uma experiência real? Você não pode sequer dizer que sua mente não existia. Você não acordou ao ser chamado? E, ao acordar, não foi o senso de “eu sou” o que veio primeiro? Alguma semente de consciência tem que existir, mesmo durante o sono ou o desmaio. Ao acordar, a experiência acontece como “eu sou – o corpo – no mundo”. Pode parecer que essas percepções ocorram em sucessão, mas, na verdade, é tudo simultâneo, uma única ideia de ter um corpo num mundo. Não poderia haver um senso de “eu sou” sem que eu seja alguém ou alguma coisa? P – Sou sempre alguém com lembranças e hábitos. Não conheço outro “eu sou”. M – Não haveria alguma coisa impedindo que você conheça? Quando você não conhece algo que outros conhecem, o que você faz? P – Procuro a fonte desse conhecimento sob a orientação dessas pessoas? M – Não é importante para você saber se é meramente...
SOMOS FELIZES? – Capítulo II do Livro MAHA YOGA – A Yoga de Sri Ramana Maharshi

SOMOS FELIZES? – Capítulo II do Livro MAHA YOGA – A Yoga de Sri Ramana Maharshi...

SOMOS FELIZES? Capítulo II do Livro MAHA YOGA – A Yoga de Sri Ramana Maharshi Satsang Editora – 2º Edição – 2016 http://satsang-editora.mercadoshops.com.br/   SOMOS FELIZES? Este mundo representa para nós um meio para atingirmos um objetivo, qual seja, a felicidade – pelo menos, assim o é para a maioria de nós. Existem pessoas que afirmam que estamos aqui para o bem do mundo e não para o nosso próprio bem. Querem dizer que não devemos viver para nós mesmos, mas para o mundo. A verdade, no entanto, é bem outra. A verdade é que vivemos para nós em primeiro lugar, e também para o mundo na medida em que o bem do mundo coincide com nosso próprio bem. Assim sendo, devemos considerar, de vez em quando, se já encontramos a felicidade e, caso negativo, saber por que não; devemos refletir se, ao procurarmos a felicidade neste mundo e através dele, não adotamos suposições falsas. Começamos a vida supondo que podemos ter felicidade neste mundo e através dele, e a maioria das pessoas continuam com essa crença até o fim. Tais pessoas nunca fazem uma pausa para meditar; não observam que suas esperanças de felicidade não se realizaram plenamente. Como, então, poderão considerar ainda a pergunta: por que essas esperanças têm sido infundadas? Nenhuma das religiões e filosofias do mundo pode fazer por nós o que podemos fazer por nós mesmos, se pararmos para refletir; pois o que delas obtemos não passa de congestão mental – simples modismos de pensamento e de linguagem, que não se coadunam com o que realmente somos. Somente o que descobrimos por nós mesmos, por nossa própria experiência, pode nos ser de real valor. Além disso, nada poderemos encontrar de real valor, nem mesmo através de nossa...
Página 1 de 1312345...10...Última »
Virtual Media Design